Resenha: Uma Longa Jornada

Quando o Nicholas Sparks lançou “Uma Longa Jornada”, em 2013, eu não dei nada pelo livro. A capa que mostrava um campo, um cavalo e duas silhuetas dignas de filmes western e a sinopse que mencionava um peão de rodeios não me impressionavam, pelo contrário. Parecia-me impossível escrever uma boa Continue Lendo…

Could It Be Any Harder

Dezoito de outubro. O dia mais cruel, o dia mais difícil. Como era difícil colocar-se de pé, como era difícil arrumar-se, como era difícil simplesmente seguir em frente. Quinze anos completos e ainda assim não desvanecia a dor. Quinze anos completos e a saudade apenas fazia aumentar. Resistiu, fez-se de forte, Continue Lendo…

Livin’ la Vida Loca

Não fazia muito desde que ela o conhecera. 2, 3, 4 semanas? Preferia não contar, pois contar poderia romper a magia desde o primeiro olhar notada. Havia olhares, havia atenções, havia química, havia eletricidade, ela podia sentir. E sentia-se também viva outra vez. Viva para os desejos que à distância Continue Lendo…

Can’t Help Falling in Love

Ela não amava. Ela nunca havia amado. Mas ela queria amar; ela ansiava por ser amada. E não havia ninguém, não havia atração. Apenas estranhos; loucos; demasiado feios; desprovidos de inteligência; sem assunto; demasiado amigos, quase como irmãos; interesses diametralmente opostos, posições políticas irreconciliáveis. Ninguém melhor, nenhum admirável. Eis um Continue Lendo…

Style

Recomendo que primeiro leia Enchanted. Ao inevitável olhar, o encantamento. Uma faísca, um arrepio; decerto, o inexplicável. O encontro vívido de sentimentos para ambos desconhecidos mas visceralmente avassaladores. O mesmo acaso que permitira o primeiro vislumbre promovia o segundo e definitivo encontro, este sim consciente; para ambos, este sim veemente. Continue Lendo…

Enchanted

Setembro de 1979, Nova York. Saias. Vestidos. Meias. Blusas. Sapatos. Casacos. Lã, seda, linho. Cores, padrões florais, quadriculados, listrados, xadrez. Sozinha, pela primeira vez Cristina escolhera roupas para si própria longe dos olhos de sua mãe. Estava em êxtase. Que melhor escape para a péssima primeira semana de aula no Continue Lendo…