Heaven Came Down

*playlist da crônica ao fim do texto Haveria mais verdadeiro ditado que aquele que enuncia que ninguém sabe o que tem até que o perde? Isadora não se considerava capaz de amar, não se considerava capaz de sentir. Isadora, porém, descobriu Bernardo. E Bernardo a descobriu; amaram-se. Um namoro sólido, desde o primeiro Continue Lendo…

Extranjera/Foreigner – Parte II

Primeira parte de Extranjera/Foreigner Eu então tinha 16 anos. Como a maioria das garotas que comigo estudava, tinha o cabelo bastante comprido, mais precisamente tocando o meio da cintura. Loiro, farto, liso, brilhante. Regularmente, aparava as pontas e também a franja, que na época usava reta, tal como o restante Continue Lendo…

Con calma si vedrà

*Trilha sonora ao fim do texto. Recomendável lê-lo escutando-a. Fugia do calor, fugia do barulho. Fugia do tumulto, do colorido desesperado e ofuscante, do álcool que embriagava a alegria das multidões. Fugia da frustração, mas talvez estivesse fugindo também de si mesma. Nunca apreciara o Carnaval, mas naquele ano, em Continue Lendo…

This Time

*trilha sonora para o post ao final deste. Dias de desilusão, dias de preocupação. Expectativas em alta, frustrações recorrentes. Onde estaria o amor? A quanto estaria distante daqueles objetivos que sempre preencheram sua vida? Como alcançar metas e realizar sonhos quando apenas um nevoeiro de incertezas era o que via Continue Lendo…

Resenha: As Sete Irmãs

Dando sequência às resenhas de livros que li ainda em 2015, trago enfim um dos livros que mais aguardei para ler: “As Sete Irmãs”, de Lucinda Riley. E por que ele era tão aguardado por mim? Bem, porque mais que uma saga familiar, foi um livro que contou com uma Continue Lendo…

Resenha: Dançando Sobre Cacos de Vidro

Todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Porém haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro” Posso afirmar sem titubear que esse foi o melhor livro que li em 2015. Em seu romance de estreia, a enfermeira especializada em psiquiatria, Ka Hancock, conseguiu, ao Continue Lendo…